Disfunção Erétil


Disfunção Erétil ou Impotência Sexual tem como definição a impossibilidade de atingir ou manter uma ereção suficiente para ter uma relação sexual de forma satisfatória.


Disfunção Erétil é dividida em:
  • Primária: quando o paciente nunca experimentou uma ereção.
  • Secundária: quando no passado as ereções eram normais e atualmente não mais pode tê-las.

Estima-se que a Disfunção Erétil acometa 52% dos homens com idade entre os 40 e 70 anos de idade. Quanto maior for a idade, maior a chance de desenvolver a Disfunção Erétil.

 

As causas da Disfunção Erétil são divididas em orgânicas(problemas no corpo como alterações hormonais e obstruções dos vasos sanguíneos), psicogênicas(o fator psicológico é o fator principal desencadeante) e mistas.


Tal distinção deve ser reconhecida pois um problema orgânico poderá, adversamente, afetar o estado psicológico e vice-versa.


Vários fatores de risco podem ser citados:


Os distúrbios psicogênicos são enfrentados pelo uso de medicamentos específicos e/ou psicoterapia. Em alguns casos de distúrbios psicogênicos, emprega-se uma combinação do tratamento específico da condição com outros métodos usados para os casos de Disfunção Erétil do tipo orgânica.
Já as ondas acústicas atuam nos casos de disfunção sexual erétil do tipo vasculogência. Essas ondas geram uma neoformação vascular, melhorando assim, a formação de novos vasos sanguíneos.
Aparelho de ondas

 

Leia mais: Impotência e disfunção sexual erétil-qual a diferença?, Ejaculação Precoce, Perda da ereção antes do orgasmo.

 

 

 

 







 

 




 

 

 

 

Map