Impotência sexual e o cigarro

.

.

.

.

.

É comum pacientes chegarem ao consultório, surpresos por apresentarem-se com impotência (disfunção sexual erétil) e tendo acabado de fumar um cigarro.

 

Não há menor dúvida dos malefícios do ato do tabagismo no corpo humano e o cigarro atua diretamente no penis provocando a disfunção sexual erétil.

 

A disfunção sexual erétil é basicamente causada por um fluxo inadequado de sangue no interior do penis no momento do ato sexual.

 

O tabagismo atua de duas formas no mecanismo da ereção:

  • Levando a um fechamento das artérias penianas (chamadas arteríolas) e deflagrando um processo reversível de fluxo sanguíneo, com duas horas para retornar ao normal.
  • Promove um estreitamento de forma lenta, progressiva e irreversível das artérias que irrigam o penis levando a um aumento do depósito de gordura.

 

Portanto, quem fuma e está com dificuldades de manter a ereção deve estar ciente que seu hábito contribui e muito para o desemvolvimento dessa doença.

 

Atenção, a impotência sexual pode ser um alerta para que, em cerca de dez anos, o estreitamento das artérias acometa as artérias do coração, levando ao infarto agudo do miorcário.

 

 

 

Leia mais: Disfunção sexual erétil, Qual a diferença entre impotência sexual e disfunção sexual erétil





 

 

 

 

 

 

Map