Como é feito a cirurgia de frenuloplastia?

A plástica do freio balanoprepucial ou frenuloplastia é uma cirurgia relativamente simples mas que deve ser feita com todos os cuidados que uma cirurgia qualquer necessite.

Devemos lembrar que essa cirurgia é realizada quando o freio balanoprepucial é curto e é uma das etapas da cirurgia de correção de fimose (postectomia).


No dia da cirurgia é importante avisar ao seu médico quais são as medicações que você está usando. Não é necessário nenhum preparo para iniciar a cirurgia.


Ao deitar-se na mesa de cirurgia, será colocado um avental e após isso, o paciente deverá despir-se.





Inicialmente faz-se uma limpeza com povidine degermante (um líquido amarronzado e frio) e o urologista, devidamente vestido com capotes, máscara e gorro inicia a limpeza com povidine tópico.


Após colocar os campos operatórios irá ser aplicada a anestesia local, preferencialmente com uma agulha adequada.


Nesse momento, antes da introdução da agulha, o Dr. André Milanezi Lorenzini, utiliza uma técnica conhecida, porém pouco utilizada para suprimir de forma quase que completa a dor causada pela introdução a agulha.


O anestésico local adequado e uma concentração correta impedem que o paciente sinta qualquer tipo de dor, fato que ocorre logo após a deposição do anestésico na região subcutânea do prepúcio.


Inicia-se o ato operatório com a realização da frenuloplastia. A incisão é realizada justamente no local da seta abaixo.




Com o fim da cirurgia, em cerca de 15-25 minutos após a anestesia, é confeccionado um curativo compressivo. Não existe sensação de dor quando a anestesia termina e sim uma sensação de dolorimento local, semelhante a um machucado já coberto por curativo.


As principais recomendações são a de fazer repouso, compressa fria local (somente nas primeiras 24 horas), não molhar o curativo e  só trocá-lo no dia seguinte. Em caso de ereção (elas irão aparecer) molhe os pulsos (acredite, funciona!) ou imagine um cavalo vomitando!. Tome um analgésico se necessário.


Pela manhã, retire o curatico delicadamente. O local da cirurgia  estará inchado e poderá sair um líquido de coloração amarronzada, fato esse considerado normal.  Caso ocorra a saída de sangue, realize uma compressão digital por 5 a 10 minutos. Essa é a hora adequada para o banho (lave o local com água e sabonete). Seque o local e cubra os pontos com uma gaze estéril até que o corte torne-se completamente seco. 


Quando a ferida da cirurgia estiver completamente seca, pode-se iniciar com a compressa de água morma (ela irá aumentar a circulação sanguinea e diminuirá o tempo de cicatrização)

Nos próximos dias, os pontos irão cair e a cicatrização irá fazer com que tudo volte ao normal.


A presença de febre, inchação acentuada, presença de ínguas, mal estar e vômitos podem ser sinais de complicação e você deverá informar isso par o seu médico.

Após 30 dias da cirurgia o ato sexual estará permitido.


O procedimento total dura em torno de uma hora e um atestado de 5 dias é fornecido ao paciente, assim como o telefone celular do urologista.


Leia mais: Freio balanoprepucial curto, Como é feito a cirurgia de fimose?, Fimose, Aumento do penis e a cirurgia do freio.









 

 

 

 

 

 

Map