Câncer de próstata

Refere-se ao acomentimento da próstata por uma neoplasia maligna, que é um câncer. Ultimamente está ocorrendo um aumento do número de casos diagnosticados pelo aumento da expectativa de vida dos brasileiros, evolução dos métodos diagnósticos além melhoria da qualidade dos sistemas de informação evitando-se assim perdas de dados estatísticos.

 

Normalmente acomete homens a partir dos 50 anos de idade, apresentando um crescimento lento e assim dando chances de ser descoberto antes que cause problemas por tornar-se avançado.

 

A idade portanto, por si só, é um fator de risco assim como  o fato de haver casos na família(de câncer de próstata), hábitos alimentares(abuso de alimentos gordurosos e carnes vermelhas de origem animal) e estresse também o são.

 

Chego a uma conclusão simples: O que é bom para o seu coração é bom para a sua próstata e o que é ruim para o seu coração é igualmente ruim para a sua próstata.

 

No início, o câncer de próstata não produz sintomas(imensa maioria dos casos- normalmente o psa inicial  “virgem de tratamento” está abaixo de 500). Quando em uma fase mais avançada os sintomas específicos se caracterizam por:

 

  • Dor óssea (principalmente em região de quadril e em região lombar)
  • Dificuldade miccional (semelhante ao que se sente ao aumento prostático).
  • Insuficiência renal
  • Fraturas ósseas

 

O urologista descobre o câncer de próstata pelo exame do toque(quando há endurecimento local ou total) ou pelo exame do antígeno prostático específico-PSA(que se eleva em quaisquer doenças que aflijam a próstata).

O próximo passo é a biópsia de próstata guiada por ultrassonografia onde pequenos fragmentos são coletados e submetidos a análise de lâmina(análise essa conhecida com análise anátomopatológica).

 

Quanto ao tratamento do câncer de próstata podemos dizer que a idade do paciente no diagnóstico além do tamanho(microscópico ou aumentado de tamanho) são levados em consideração.

 

São tratamentos oferecidos:

 

A escolha do tratamento mais adequada deve ser individualizada e definida após a discussão dos riscos e benefícios de cada tratamento.

 

 

 

Leia mais: O que fazer para não ter câncer de próstata?, Esclarecimentos sobre biópsia de próstata?, Aumento benigno da próstata(urinar com dificuldade).

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

Map

 

 

  

 

 

 







 

 


 

 

Responda a enquete: Essa página foi útil?

Sua resposta é importante para avaliação e melhoria do site!

Vote, verifique o resultado da enquete ou faça um comentário.


http://www.enquetes.com.br/popenquete.asp?id=901252